Café

{Coffea arabica, C. canephora}
Efeito semelhante a um leque e deformação nas folhas

Determinar Deficiências de Boro

O efeito típico semelhante a um leque provocado pelo desenvolvimento de ramos axilares após a morte do perfilho apical. Certa deformação das folhas menores também é evidente.

Deficiência de boro em café

O boro é o micronutriente com deficiência mais frequente no cultivo de café. A principal função do boro no café é agir como um componente-chave em uma série de processos vitais, como divisão celular, desenvolvimento radicular, formação das paredes celulares e absorção de cálcio.

O boro é necessário para:

  • Crescimento radicular e absorção funcional da água
  • Crescimento de entrenós
  • Desenvolvimento de frutos
  • Tamanho dos frutos
  • Resistência à seca e a doenças

A deficiência severa de B pode provocar a morte do meristema apical. O desenvolvimento tardio de ramos secundários (às vezes até sete no mesmo nó) abaixo da gema apical morta causam o efeito típico semelhante a um leque. Em casos severos, os ramos secundários morrem rapidamente, resultando no aparecimento típico das seções apicais dos novos brotos. Esse aparecimento pode ser diferenciado, pelos sintomas associados das folhas e, se necessário, pela análise das folhas jovens, daquela provocada por doenças.

As folhas normalmente são disformes e de tamanho reduzido. Com frequência, elas são estreitas e torcidas com bordas irregulares e têm uma textura semelhante a couro. Os entrenós são curtos, as extremidades das folhas poderão não se desenvolver adequadamente e a parte apical poderá assumir a coloração oliva claro/verde, que é característica. Em contrapartida, a parte basal da folha permanece em uma coloração verde escuro profundo. Sugeriu-se que esta clorose apical se deve a uma deficiência local de cálcio que poderá ser o resultado da deficiência de boro diminuindo a transferência de cálcio.

Pode ocorrer queda das folhas. A parte inferior da nervura mediana de folhas mais velhas cloróticas e saudáveis poderá se tornar suberizada.

A produção será seriamente reduzida por causa da má formação dos frutos. Em estudos de solução de nutrientes, demonstrou-se que a deficiência de boro não parece afetar a floração, mas que, em contrapartida, a formação de frutas é significativamente diminuída. Em experimentos controlados, nenhum fruto foi produzido apesar de a floração ser regular. Isso está de acordo com o trabalho que demonstra que o café apresenta uma demanda máxima de boro (e de cálcio) logo após a floração e quando a cereja formada está de desenvolvendo.

O perecimento apical e o desenvolvimento de folhas dobradas ao final de um período de seca e no início da época de chuvas (devido à menor absorção de boro pelas camadas superiores secas do solo) normalmente são os primeiros sinais de que o café está sofrendo de deficiência de boro.

Os sintomas também são particularmente perceptíveis na floração e após a calagem devido à disponibilidade reduzida de boro no solo. O boro é usado principalmente no café para prevenir a ocorrência dos sintomas de deficiência passageiros em vez de ser utilizado para corrigir deficiências severas que resultam em perecimento de ramos consideráveis.

Quanto de boro é suficiente?

O café extrai quantidades significativas de boro do solo todos os anos. Quando uma planta demonstra sinais de deficiência, ela não consegue se recuperar totalmente. A floração poderá ser regular, porém talvez nenhum fruto seja produzido. Consulte sempre o departamento local de agricultura para verificar as taxas de dosagem apropriadas.

As taxas de fertilização com boro devem se basear nas metas da produção juntamente com testes do solo e/ou análises das plantas.

Programando sua aplicação de boro

  • Os períodos que exigem muito boro são depois da safra, da floração, e do desenvolvimento e crescimento dos frutos.
  • O boro poderá ser aplicado juntamente com outros nutrientes, na misturas com fertilizantes granulados, ou de forma direta ao solo utilizando-se o Granubor®.
  • Topbor® F poderá ser aplicado de forma direta na lavoura de café ou poderá ser utilizado como matéria-prima para fabricação de fertilizantes liquidos que serão utilizados via foliar/solo.
  • O boro poderá ser aplicado via foliar utilizando-se o Solubor®. Esse material poderá ser misturado com pesticidas ou, em pulverização foliar, aplicado à folhagem.

Aplicação no solo (Taxas de aplicação sugeridas)

  Granubor Topbor F
LBS/ACRE 7-10 7-10
KG/HA 7.88 - 11.25 7.88 - 11.25

Adubação foliar (Taxas de aplicação sugeridas)

  Solubor
LBS/ACRE 2.4-7.2
KG/HA 2.7 - 8.1