Framboesa

{Rubus idaeus}

Deficiência de boro em framboesa

O não desenvolvimento das canas frutíferas normalmente na primavera é um dos primeiros sinais de deficiência de boro. A morte das gemas nas canas e a ausência de produção de laterais normais fazem com que o ramo pareça estar sofrendo de um “perecimento." É provável que a produção de frutos silvestres nessas plantas seja consideravelmente reduzida.

As gemas que se desenvolvem provavelmente apresentam folhas distorcidas com certa necrose nas extremidades e pecíolos excepcionalmente grandes. Ocorre necrose do núcleo. Em gemas menos afetadas gravemente, as folhas são pequenas, delgadas e profundamente indentadas, conferindo uma aparência de “plumagem”. Também ocorre enrugamento das folhas. O não desenvolvimento das canas velhas normalmente resulta em uma profusão de canas novas na base das plantas, que, em geral, terão poucas folhas normais.

Aplicação no solo (Taxas de aplicação sugeridas)

  Granubor 2 Topbor F
LBS/ACRE 6-25 6-25
KG/HA 6.75 - 28.13 6.75 - 28.13

Adubação foliar (Taxas de aplicação sugeridas)

  Solubor
LBS/ACRE 1.4-2.4
KG/HA 1.575 - 2.7