Canola

{Brassica napus var. oleifera}
Flor incompleta da canola

Determinar Deficiências de Boro

Formação incompleta das flores causada por deficiência de boro.

Deficiência de boro em canola

A canola, assim como seus parentes na família das mostardas, tem uma necessidade de boro muito alta e é gravemente afetada pela deficiência de boro. A produção das sementes de canola depende bastante do boro—, tanto, mas tanto, que a produção de grãos dobrou quando 907 gramas de boro por acre foram aplicados em campos de canola que não apresentavam nenhuma anormalidade visual.

A canola precisa de mais boro em todas as etapas de crescimento,—vegetativo e floração,—do que a maioria das outras culturas. Garantir que a canola tenha boro adequado vai

  • Estimular o crescimento radicular e o estabelecimento precoce
  • Otimizar o crescimento vegetativo e acelerar a maturidade
  • Aumentar a ramificação e a floração
  • Aumentar a retenção das flores e a germinação do pólen
  • Otimizar a utilização do nitrogênio para aumentar a porcentagem de óleo
  • Aumentar o número de vagens que se desenvolvem e crescem

Embora a deficiência de boro possa afetar nitidamente o crescimento vegetativo, é mais comum observar que as produções são reduzidas pela deficiência mesmo quando as plantas não demonstram sintomas óbvios. Isso provavelmente se deve ao fato de que o boro é necessário para a polinização e porque uma pequena deficiência pode resultar no desenvolvimento precário das sementes, apesar de a formação de vagens ser possível. Áreas necróticas marrons que se formam no núcleo do caule poderão ser um dos primeiros sintomas da deficiência de boro.

Quando a deficiência é severa, as folhas novas serão muito deformadas; elas poderão ter pecíolos rachados e ser curvadas para trás. O alongamento do caule será restrito, as plantas serão atrofiadas e o perfilho poderá acabar morrendo. A ramificação poderá ser excessiva.

Quanto de boro é suficiente?

  • A canola é cultivada em todos os tipos de solos e em todos os climas, do Alasca ao Canadá até a Flórida. Consequentemente, as necessidades e práticas de fertilização com boro variam.
  • Muitos produtores simplesmente aplicam boro com seus outros fertilizantes incorporados pré-semeadura. Essa prática poderá não ser eficaz em campos de sementeira com solos propensos à lixiviação ou à fixação de boro.
  • Pesquisas e a experiência mostram que múltiplas— aplicações ou preferencialmente aplicações—foliares realizadas visando à floração consistente resultam em produções maiores.
As taxas de fertilização com boro devem se basear em testes do solo e/ou análises das plantas, juntamente com o histórico dos campos, metas da produção e métodos de aplicação.

Aplicação no solo (Taxas de aplicação sugeridas)

  Granubor Topbor F
LBS/ACRE 6-15 6-15
KG/HA 6.75 - 16.88 6.75 - 16.88

Adubação foliar (Taxas de aplicação sugeridas)

  Solubor
LBS/ACRE 4-11
KG/HA 4.5 - 12.375